Produtos Relacionados
Livros Usados
Home ⇒ Detalhe do Livro
SILAS MARNER
USADO
Clique sobre a imagem para ampliá-la
LIVRO USADO

SILAS MARNER

THE WEAVER OF RAVELOE

GEORGE ELIOT

Livro em Inglês

Coleção: COLLECTION OF BRITISH AUTHORS - VOL. 550

Editora: Leipzig

  • Conservação Bom
  • Encadernação:Brochura
  • Páginas:336
  • Medidas:11,5 X 16
  • Peso:420,00 g
  • ID:56924
Conservação:
Bom. ENCADERNADO EM PERCALINA PLENA, SEM AS CAPAS ORIGINAIS DE BROCHURA. MANCHAS DO TEMPO. CARIMBO DO ENCADERNADOR (ATHAYDES LIMA DA SILVA).
Etiqueta de Identificação na Contracapa.
Observações:
297 PP + 7 S/N + 32 PP DE CATÁLOGO DA COLEÇÃO (QUE TRAZ A RELAÇÃO DE OBRAS PUBLICADAS ATÉ JUNHO DE 1929). A FOLHA DE ROSTO TRAZ O ANO 1861, QUE É A DATA DE LANÇAMENTO DESTE ROMANCE POR BLACKWOOD DE LONDRES (PRECISAMENTE A 2 DE ABRIL, COM TIRAGEM DE 8000 EXEMPLARES). GEORGE ELIOT, PSEUDÔNIMO DE MARY ANN EVANS, 1819-1880, MULHER QUE FOI UM DOS MAIORES ESCRITORES INGLESES DO SÉCULO XIX E UM DOS GRANDES VULTOS DA LITERATURA UNIVERSAL. RECEBEU A EDUCAÇÃO FORMAL PRÓPRIA ÀS MOÇAS DO SEU TEMPO. GOSTANDO DE LER, ERA INCENTIVADA NAS LEITURAS POR SEU PAI, QUE LHE COMPRAVA LIVROS DISPARATADOS TENDO POR ÚNICOS CRITÉRIOS A BOA ENCADERNAÇÃO E O PREÇO BAIXO. MAIS TARDE, JÁ TENDO DEIXADO O COLÉGIO E FAZENDO UMA VIDA DE DONA DE CASA, PROSSEGUIU SOZINHA SUAS LEITURAS, AGORA SÉRIAS E SÓLIDAS, TOMOU AULAS DE ITALIANO E ALEMÃO, NAS HORAS VAGAS ESTUDAVA FILOSOFIA, MATEMÁTICA, GREGO, LATIM E ATÉ HEBRAICO, ESTIMULANDO SUA INTELIGÊNCIA E APERFEIÇOANDO SEUS CONHECIMENTOS E SEU ESPÍRITO. DESDE A INFÂNCIA TINHA ELA UMA ARDENTE RELIGIOSIDADE CRISTÃ IMBUÍDA DE IDEAIS MÍSTICOS DE PERFEIÇÃO E SANTIDADE. POR VOLTA DOS VINTE E POUCOS ANOS ESSA FÉ ARREFECEU CONSIDERAVELMENTE, NÃO SÓ POR CAUSA DE SUAS LEITURAS MAS POR INFLUÊNCIA DE AMIGOS ADEPTOS DA FRENOLOGIA, EM MODA NA ÉPOCA: ELA CONSENTIU, INCLUSIVE, QUE SEUS CABELOS FOSSEM CORTADOS E QUE SEU CRÂNIO RASPADO FOSSE EXAMINADO POR SÁBIOS FRENOLOGOS. RECUSANDO-SE A IR À IGREJA E FINGIR PRATICAR UM CULTO EM QUE NÃO MAIS ACREDITAVA, DISCUTIU E ROMPEU COM SEU PAI, ROMPIMENTO QUE DUROU POUCO, POIS ELE ERA O SEU MELHOR AMIGO. MARY ANN TINHA 30 ANOS QUANDO ELE MORREU E, PARA DISTRAÍ-LA DE SUA TRISTEZA, SEUS IRMÃOS E SEUS AMIGOS LEVARAM-NA À FRANÇA, À ITÁLIA E À SUÍÇA E, DE VOLTA À INGLATERRA, ORGANIZARAM SARAUS E REUNIÕES, NUMA DAS QUAIS CONHECEU UM EDITOR QUE, IMPRESSIONADO COM SUA ERUDIÇÃO E AGUDEZA CRÍTICA, PEDIU-LHE QUE COLABORASSE EM SUA REVISTA. INICIOU-SE ASSIM A SUA VIDA LITERÁRIA, COM ARTIGOS DE CRÍTICA E A TRADUÇÃO DE FILÓSOFOS. SECRETARIANDO A REVISTA EM QUE PUBLICAVA, INCUMBIDA DE OUTROS ENCARGOS, TRABALHANDO ATÉ 18 HORAS POR DIA, ERA MESMO ELA QUEM MANTINHA A REVISTA, COM SUA GRANDE CAPACIDADE DE TRABALHO, SUA SÓLIDA CULTURA E CONHECIMENTO DE DIVERSAS LÍNGUAS. A REDAÇÃO ERA TAMBÉM UM SALÃO LITERÁRIO, ONDE SE REUNIAM AS FIGURAS MAIS DESTACADAS DA INTELECTUALIDADE E DA LITERATURA DA ÉPOCA, E ONDE MARY ANN CONHECEU CARLYLE, STUART MILL, THOMAS HUXLEY, DICKENS E MUITOS OUTROS, INCLUSIVE HERBERT SPENCER, ENTÃO UM JOVEM FILÓSOFO COM QUEM MANTEVE UMA AMIZADE AMOROSA E LHE APRESENTOU GEORGE HENRY LEWES, HOMEM DE INTELIGÊNCIA BRILHANTE, MISTO DE FILÓSOFO, CIENTISTA, CRÍTICO E LITERATO, QUE EXERCEU ENORME INFLUÊNCIA EM SUA VIDA. APAIXONARAM-SE E PASSARAM A VIVER JUNTOS, EMBORA LEWES FOSSE CASADO. A SOCIEDADE VITORIANA NÃO TOLEROU ESSA SITUAÇÃO MARGINAL E MARY ANN FOI CONDENADA POR SEUS AMIGOS E SUA FAMÍLIA. A UNIÃO DUROU 24 ANOS, ATÉ A MORTE DE LEWES, E FOI MANTIDA PELO CASAL COM SERENIDADE, FIDELIDADE E RESPEITO MÚTUO. SOB O ESTÍMULO, A ORIENTAÇÃO E O BOM GOSTO LITERÁRIO DE LEWES, ELA PASSOU A ESCREVER FICÇÃO E A PUBLICAR NOVELAS SOB O PSEUDÔNIMO DE GEORGE ELIOT, INICIANDO DEPOIS OS SEUS GRANDES ROMANCES "CENAS DA VIDA CLERICAL", REUNINDO 3 NOVELAS, "ADAM BEDE", QUE SE TORNOU O BEST-SELLER DO MOMENTO, " O MOINHO SOBRE O FLOSS", DE FUNDO AUTOBIOGRÁFICO, E "SILAS MARNER" UMA PASTORAL, SÃO LIVROS DA VIDA RURAL INGLESA QUE FIZERAM MUITO SUCESSO E TORNARAM GEORGE ELIOT UMA ESCRITORA FAMOSA. O ÊXITO TRASNFORMOU SUA VIDA: DIMINUI O ISOLAMENTO CAUSADO POR SUA UNIÃO ILÍCITA COM LEWES, FICOU RICA E SUA CASA TORNOU-SE PONTO DE ENCONTRO DE INTELECTUAIS. COM "MIDDLEMARCH", COMPLEXA REPRESENTAÇÃO DE TODA UMA SOCIEDADE PROVINCIANA E DO CASAMENTO EM SEUS ASPECTOS SOCIAIS, E COM "DANIEL DERONDA", QUE ABORDA A QUESTÃO SEMÍTICA, GEORGE ELIOT INAUGUROU NOVA FASE EM SUA OBRA, EM QUE PREDOMINA O ELEMENTO INTELECTUAL, E COM ELES A AUTORA INGRESSOU NO CÂNONE LITERÁRIO. SEGUNDO HAROLD BLOOM, AMBOS OS ROMANCES, CONCEBIDOS COMO UMA GRANDE ESTRUTURA, TÊM "UMA RELAÇÃO IMPLÍCITA MAS CLARA COM A DIVINA COMÉDIA DE DANTE" E, AINDA SEGUNDO BLOOM, "SE EXISTE UMA FUSÃO EXEMPLAR DE FORÇA ESTÉTICA E MORAL NO ROMANCE CANÔNICO, GEORGE ELIOT É SUA MELHOR REPRESENTANTE, E MIDDLEMARCH SUA MAIS SUTIL ANÁLISE DA IMAGNAÇÃO MORAL, POSSIVELMENTE A MAIS SUTIL JÁ ALCANÇADA EM PROSA DE FICÇÃO." PELA CLARIVIDÊNCIA DAS SUAS ANÁLISES, PELA PENETRAÇÃO AGUDA DA PAIXÃO E DO CORAÇÃO HUMANO, E PELA FORÇA DE VIDA DE SEUS PERSONAGENS, GEORGE ELIOT SE COLOCA ENTRE OS INICIADORES DO ROMANCE PSICOLÓGICO E DE IDÉIAS NA LITERATURA INGLESA. DISSE O CRÍTICO HENRY VAN DYKE QUE ELA FOI "UM HOMEM PELA LÓGICA, UMA MULHER PELO SENTIMENTO E UM GÊNIO PELA FORÇA CRIADORA". EM 1878, DOIS ANOS APÓS O LANÇAMENTO DE SEU ÚLTIMO ROMANCE, "DANIEL DERONDA", GEROGE ELIOT SOFREU UM GOLPE TERRÍVEL COM A MORTE DE LEWES. SEU MÉDICO E UM AMIGO ÍNTIMO DO CASAL, JOHN CROSS, CONSEGUIRAM TIRÁ-LA DA DEPRESSÃO. MAIS TARDE, ELA CASOU-SE COM CROSS, QUE ERA SOLTEIRO E 21 ANOS MAIS MOÇO. SÓ ENTÃO, COM ESSE CASAMENTO LEGAL, ELA CONSEGUIU EFETIVAMENTE APLACAR A HOSTILIDADE SOCIAL CAUSADA POR SUA LIGAÇÃO COM LEWES, E RECONCILIAR-SE COM SEUS IRMÃOS. SETE MESES DEPOIS, GEORGE ELIOT MORREU EM CONSEQÜÊNCIA DE UM RESFRIADO MAL EVOLUIDO. TINHA 60 ANOS, E DEIXOU-NOS LIVROS IMORTAIS QUE, COMO FRISOU DICKENS UMA VEZ, "NOS TORNAM MAIS SÁBIOS E MELHORES". (FONTES: RAMÓN MEDINA IN PARNASO, DICCIONARIO SOPENA DE LITERATURA, TOMO II, DIR. MAURO ARMIÑO, BARCELONA, EDITORIAL RAMÓN SOPENA, 1972) OSCAR MENDES, ESTÉTICA LITERÁRIA INGLESA, ITATIAIA/INL, COL. ENSAIOS, VOL.10, 1983; E HAROLD BLOOM, O CÂNONE OCIDENTAL, ED. OBJETIVA, 3ª ED., 1995).
Loja da Osvaldo Aranha
Horário de Atendimento:
Segunda a sexta: das 9h30min às 19h
Sábado: das 10h às 18h
Não fechamos ao meio dia
Telefone Loja: (51) 3311-0044
Av. Osvaldo Aranha, 966 - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90035-191

ATENÇÃO!
Nossa loja mantém menos de 10% do acervo total da Traça.
Aceitamos para vendas online:
Central de Atendimento
(51) 3232-8404
CNPJ: 94.529.542/0001-08