Livros Usados
Home ⇒ Detalhe do Livro
OS CARACTERES
USADO
Clique sobre a imagem para ampliá-la
LIVRO USADO

OS CARACTERES

JEAN DE LA BRUYÉRE


Editora: Athena , RJ

Ano: 1937

  • Conservação Bom
  • Encadernação:Encadernado
  • Páginas:199
  • Medidas:14 X 19
  • Peso:376,00 g
  • ID:2026
Tradução:
LUÍZ FONTOURA
Conservação:
Bom. .
Etiqueta de Identificação na Contracapa.
Assuntos:
MORAL NATUREZA HUMANA TIPOS PSICOLÓGICOS
Observações:
JEAN DE LA BRUYÈRE, ESCRITOR FRANCÊS (1645-1696).NASCIDO EM FAMÍLIA BURGUESA, ESTUDOU DIREITO E LEVOU UMA VIDA QUIETA E RECLUSA, OCUPANDO-SE DA EDUCAÇÃO DO DUQUE DE BOURBON. EM 1688 PUBLICOU, COMO FRUTO DE SUAS OBSERVAÇÕES E EXPERIÊNCIA, A OBRA QUE O FEZ CONHECIDO: "OS CARACTERES OU OS COSTUMES DESTE SÉCULO", COLETÂNEA DE REFLEXÕES E RETRATOS COLOCADA MODESTAMENTE COMO APÊNDICE À SUA TRADUÇÃO DE "OS CARACTERES" DE TEOFRASTO. O IMEDIATO ÊXITO DO LIVRO SUSCITOU MAIS 8 EDIÇÕES SUCESSIVAS, CADA UMA DELAS CONSTITUINDO UMA REVISÃO E AMPLIAÇÃO DA ANTERIOR, ATÉ FICAR A TRADUÇÃO DE TEOFRASTO COMO UMA MERA INTRODUÇÃO À PARTE ESCRITA POR LA BRUYÈRE. A ÚLTIMA EDIÇÃO, A NONA, CONSIDERADA A DEFINITIVA, FOI IMPRESSA POSTUMAMENTE. EM 1693 LA BRUYÈRE FOI ELEITO PARA A ACADEMIA FRANCESA, OCASIÃO EM QUE, ATRAVÉS DO SEU "DISCURSO DE RECEPÇÃO", REBATEU AS CRÍTICAS AO SEU LIVRO, ACUSADO DE FALTA DE UNIDADE E DE "OBRA SEM PROVEITO MORAL". DE FATO, A OBRA CARECE DE UM PLANO QUE A UNIFIQUE, CONSTITUÍDA COMO É POR REFLEXÕES SOLTAS, AGRUPADAS ARTIFICIALMENTE E SEM COERÊNCIA - COMPOSTA POR 16 CAPÍTULOS, A PARTIR DE NOTAS SOBRE OS FATOS COTIDIANOS, APONTA OS VÍCIOS HUMANOS E OS MALES SOCIAIS DO SEU TEMPO. NÃO É, PORÉM, UMA OBRA REVOLUCIONÁRIA OU REFORMADORA POIS LA BRUYÈRE, "INCAPAZ DE DESENVOLVER UMA VISÃO DE CONJUNTO DA SUA SOCIEDADE", EM NENHUM MOMENTO RELACIONA ESSES MALES À ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ECONÔMICA, MAS OS CREDITA À "DEPRAVAÇÃO DO CORAÇÃO HUMANO". ATACANDO A NOBREZA, OS FINANCISTAS E A ALTA BURGUESIA, MAS TRATANDO COM INDULGÊNCIA A MONARQUIA ABSOLUTA E A PEQUENA BURGUESIA - DA QUAL FAZIA PARTE - LA BRUYÈRE É UM CRÍTICO SUPERFICIAL DOS COSTUMES DE SEU TEMPO E UM SATÍRICO DESPREOCUPADO EM DESVENDAR O ÍNTIMO DOS TIPOS QUE RETRATA APENAS EM SEUS ASPECTOS EXTERNOS E VISÍVEIS. SEM MUITA ORIGINALIDADE, COM ARGUMENTOS CALCADOS EM PASCAL, LA ROCHEFOUCAULD E MONTAIGNE, E SEM A PROFUNDIDADE DESTES, LA BRUYÈRE FOI UM ESCRITOR MENOR MAS INTERESSANTE POR SEU ESTILO, NOVIDADE NA ÉPOCA E IMITADO PELOS QUE VIERAM DEPOIS. SUA LINGUAGEM RICA E COLORIDA, ADORNADA DE EXPRESSÕES ENGENHOSAS E CONTRASTANTES, NÃO O IMPEDIU DE SEGUIR AS LEIS CLÁSSICAS DA COMPOSIÇÃO, BUSCANDO A PALAVRA PRECISA E POLINDO AO MÁXIMO A FRASE. NA SUA ARTE COMO NO SEU PENSAMENTO, LA BRUYÈRE "PARECE SUSPENSO ENTRE O VELHO E O NOVO, ENTRE O RESPEITO À REGRA CLÁSSICA E O ESTUDO DO NOVO" - ELE VIVIA A TRANSIÇÃO ENTRE DOIS SÉCULOS, E FOI, CRONOLOGICAMENTE, O ÚLTIMO VINDO DA ÉPOCA CLÁSSICA E O PRIMERIO DOS ESCRITORES MODERNOS. ADMIRADO DESDE ENTÃO COMO ESTILISTA - FLAUBERT FOI UM DE SEUS CULTORES - PARA MUITOS DE SEUS CRÍTICOS A FORMA MASCARA O FUNDO. SE PARA LA HARPE "OS SEUS RETRATOS ESTÃO FEITOS DE TAL MANEIRA QUE OS VEMOS ATUAR, FALAR, MOVER-SE, TANTA É A VIVACUDADE E O MOVIMENTO DE SEU ESTILO", PARA ANDRÉ GIDE ELE "PINTA OS HOMENS COMO SÃO; MAS A MANEIRA COMO CHEGARAM A SER O QUE SÃO, É O QUE OMITE E NÃO LHE INTERESSA. SEUS PERSONAGENS SÃO IMÓVEIS." E. J. BENDA, DIRIGINDO-SE A LA BRUYÈRE: "SOIS, COM PERFEITO DIREITO, O PAI DE NOSSSO IMPRESSIONISTAS, DE NOSSOS STENDHALIANOS, DE NOSSOS NIETZSCHIANOS, DE NOSSOS GIDEANOS...". (FONTES: V. LUGLI IN GONZÁLEZ PORTO-BOMPIANI, DICCIONARIO LITERARIO, TOMO III, MONTANER Y SIMÓN, BARCELONA, 1959; P. LÓPEZ, FUSTEL IN PARNASO DICCIONARIO SOPENA DE LITERATURA, DIRECCIÓN MAURO ARMIÑO, TOMO II, EDITORIAL RAMÓN SOPENA, BARCELONA, 1972; DICCIONARIO DE LITERATURA UNIVERSAL, EDICIONES DISTEIN, BARCELONA, 1977.)
Loja da Osvaldo Aranha
Horário de Atendimento:
Segunda a sexta: das 9h30min às 19h
Sábado: das 10h às 18h
Não fechamos ao meio dia
Telefone Loja: (51) 3311-0044
Av. Osvaldo Aranha, 966 - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90035-191

ATENÇÃO!
Nossa loja mantém menos de 10% do acervo total da Traça.
Aceitamos para vendas online:
Central de Atendimento
(51) 3232-8404
CNPJ: 94.529.542/0001-08